14 de junho é GREVE GERAL: Contra a Reforma de Previdência e em defesa da educação e dos empregos

 em Notícias

Em apenas cinco meses de man-dato, o governo de ultradireita de Bolsonaro só soube desferir ataques aos trabalhadores. Enquanto o país caminha para a recessão, Bolsonaro e Mourão atacam as aposentadorias dos mais pobres, a Educação pública e querem dar fim aos direitos trabalhistas e às liberdades democráticas. Incentivam a invasão de terras indígenas pelo agronegócio; dão carta branca à destruição do meio ambiente; estimulam a homofobia, o racismo e machismo, agravando a violência contra LGBTs, negros e mulheres. O desemprego aumentou e há mais de 60 milhões de pessoas fora do mercado de trabalho formal.

Caminho é a luta!

A Reforma da Previdência vai agravar essa situação, impedindo os trabalhadores de se aposentarem, destruindo direitos previdenciários e aumentando a miséria.

Os cortes na Educação, que já enfrentava o caos, foi o estopim na paciência da população, que voltou a tomar as ruas. As mobilizações tornaram-se um “tsunami” e preparam o caminho para a Greve Geral.

No dia 14 de junho, vamos parar o Brasil e enterrar de vez o projeto da Reforma da Previdência que acaba com as aposentadorias, bem como dar um basta aos ataques de Bolsonaro e Mourão e exigir um plano de geração de empregos!

ORGANIZAR A GREVE GERAL PELA BASE

Em cada fábrica, canteiro de obra, serviço público, escolas, igrejas, enfim, em todos os locais, precisamos organizar a Greve Geral. Vamos discutir com os trabalhadores os malefícios da Reforma da Previdência e dos ataques do governo e do Congresso. Nossa tarefa é realizar reuniões, assembleias, panfletagens, impulsionar o abaixo-assinado contra o fim da aposentadoria e fazer campanha nas redes sociais. Devemos organizar, nos estados e regiões, plenárias de sindicatos, movimentos populares e da juventude, a exemplo da Plenária Sindical e Popular, realizada dia 18/5, em São Paulo, para fortalecer a uni-dade dos setores em luta e preparar a greve geral nas bases. Onde for possível, construir comitês de base. Mãos à obra! No dia 14 de junho, vamos parar o Brasil e tomar as ruas!

Postagens Recentes
Olá, envie sua mensagem!