ELEIÇÕES: É preciso unir os trabalhadores contra os ataques aos direitos e as liberdades democráticas

 em Notícias

O recado do primeiro turno foi direto. Os trabalhadores e os pobres estão na bronca com os Governos e o Congresso que atuaram diretamente na retirada de direitos e são os verdadeiros responsáveis pela atual situação do país.

Agora, no segundo turno das eleições, independente de quem seja o ganhador SERÁ NECESSÁRIO SER OPOSIÇÃO. Ambos os projetos se mostram a serviço dos grandes empresários e banqueiros e contrários aos trabalhadores brasileiros.

A história não mente. Governo após Governo, OS TRABALHADORES E OS MAIS POBRES NUNCA FORAM A PRIORIDADE. O PT, por exemplo, traiu a classe trabalhadores e governou para os ricos: retirou direitos, como o PIS e o Seguro-desemprego, e privatizou o que podia, além de ter se envolvido em diversos casos de corrupção com todos os governos do país.

Por tudo isso, O SINDEESS, juntamente com o CSP-CONLUTAS, sempre denunciou o PT e defendeu o “FORA TODOS ELES” e o “FORA TEMER”.

Agora, temos o dever de alertar: não podemos perder o nosso direito de se organizar e de lutar.  Nós sabemos que é necessária muita luta para manter os nossos direitos, após a Reforma Trabalhista E foi graças à nossa luta, como a uma greve geral, que Temer não deu um fim à aposentadoria dos trabalhadores.

Porém, estamos em risco. Um dos projetos apresentados neste segundo turno quer acabar com a luta dos trabalhadores para facilitar a vida dos patrões. Este projeto defende a ditadura militar, que proibia greves e manifestações; torturava e matava opositores. Já disse que vai acabar com todo o ativismo. Ou seja, irá acabar com a resistência da classe trabalhadores contra os ataques dos patrões.

Nós não podemos facilitar. Não podemos permitir que alguém governe o nosso país retirando os nossos direitos e, ainda, impedindo a nossa luta!

Vamos votar no candidato que seja a favor da democracia. Não em apoio aos petistas e seus projetos, mas para não perder o nosso direito de lutar pelo o que acreditamos.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Olá, envie sua mensagem!