O

O Sindeess – Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Belo Horizonte, Vespasiano, Nova Lima e Sabará foi fundado em 21 de abril de 1955. Mas da data de fundação até o ano de de 1986 o sindicato esteve ao lado e a serviço dos patrões.

Nesse período, a filiação ao sindicato era feita juntamente com a assinatura do contrato de trabalho, ou seja, obrigatória. Por outro lado, os patrões não cumpriam as leis. Por exemplo: não pagavam o adicional noturno e de insalubridade, férias  e salários sempre atrasados e, em muitas empresas, eram pagos com até seis meses de atraso. A Santa Casa já era vanguarda nesse processo.

E foi justamente nessa época que começou uma mudança histórica no Sindeess. Diante de tantas injustiças, maus tratos aos trabalhadores e descumprimento de direitos conquistados houve uma greve em 34 hospitais e quem dirigiu esse movimento foi um grupo de companheiros de oposição, já que os pelegos fugiram.

E foi esse mesmo grupo de companheiros que, com muita luta montaram uma chapa de oposição, disputaram as eleições e venceram. Mas a posse foi marcada por um embate, já que os pelegos se negavam a empossar a chapa vencedora que, com muita coragem e determinação, tomou posse à força.

Seguindo como um sindicato defensor dos trabalhadores, o Sindeess teve papel decisivo nas lutas da categoria. Contribuiu ativamente na construção da Central Única dos Trabalhadores (CUT), participou da luta pelo “Fora Collor”, contra as reformas do Governo FHC e apoiou diversas ocupações urbanas e as lutas dos Sem-Terra.

Também contou com representação na executiva da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridades Social (CNTSS), na executiva da CUT-Minas e atualmente caminha junto com a CSP CONLUTAS.

O Sindicato luta contra o sucateamento dos direitos dos trabalhadores, contra a Reforma da Previdência, Trabalhista e a Terceirização. Essas duas últimas aprovadas pelo governo Temer.

A representação dos trabalhadores pelo Sindeess nasceu com muita luta e permanece assim até os dias de hoje. O sindicato defende e batalha para a conquista de melhorias para a categoria e manutenção de direitos conquistados.

Olá, envie sua mensagem!